As portas do inferno não prevaleceram…

Igreja Luterana de São Pedro e São Paulo em São Petersburgo, na Rússia.

Igreja Luterana de São Pedro e São Paulo em São Petersburgo (RUS). Créditos da imagem: Yoshi Canopus (sob Creative Commons).

Na foto acima, um dos maiores e mais antigos templos protestantes da Rússia. Desenhado pelo arquiteto Aleksandr Brullov, foi erigido entre 1833 e 1837. Também é chamada pelos locais de igreja alemã, pois no passado sua membresia era composta majoritariamente de falantes da língua germânica.

Sua história, porém, remonta a tempo ainda mais longínquo. Em 1705, o czar Pedro, o Grande, decretou que católicos e protestantes poderiam estabelecer igrejas em São Petersburgo (a igreja oficial era a Ortodoxa). Assim, o primeiro templo luterano foi estabelecido na cidade. Em seu auge, a igreja da foto já chegou a ter cerca de 15 mil membros, além de manter uma escola, um hospital e um orfanato.

Duríssimas provações, porém, advieram durante o regime soviético (1917 – 1991). A religião foi então perseguida, apesar das negativas veementes das autoridades de que tal ocorresse na URSS. Assim, segundo o livro “Religion in the USSR”, de Alexei Puzin (Novosti Press Agency Publishing House), que ecoava a versão oficial, “a igreja efetua suas atividades religiosas sem impedimentos. Ninguém impede a igreja de realizar cultos a Deus e de ministrar os sacramentos em conformidade com seus dogmas e cânones” (pg. 28). Todavia, o fato é que muitas igrejas e mosteiros viraram museus, depósitos e até prisões. A Igreja Luterana de São Pedro e São Paulo, particularmente, foi transformada em local de natação (uma piscina foi instalada em seu interior).

Contudo, durante os anos 90, com a bancarrota do sistema comunista e a abertura política na Rússia, o prédio retornou à sua denominação e passou por uma restauração. Oremos para que essa e outras igrejas do Senhor Jesus naquele imenso país aproveitem ao máximo a nova porta aberta (2Co 2.12; Ap 3.8) e consigam efetivamente cumprir sua missão de proclamar as Boas Novas do Reino para aquela grande nação!

OBS.: Boa parte das informações acima foi obtida na enciclopédia digital online Wikipédia.

TEXTO CORRIGIDO (22/06/2012 ÀS 8:26).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: